Artigos e informações sobre SQL Server

O blog nosso de cada dia

Leia nosso blog!

Lançamento da parceria entre Redgate e Sqlcore

 

Logo após o lançamento do SQL Monitor v7, a Redgate estabeleceu uma parceria com a SQLCORE onde nós iremos representar a empresa em nosso país.

A SQLCORE será a representante da Redgate no Brasil onde, além de comercializar os produtos da Redgate, irá oferecer ainda serviços adicionais para agregar valor os nossos clientes aqui no Brasil.

A lista de todos os parceiros ao redor do mundo está neste link.

Para mais informações a respeito do licenciamento de produtos Redgate, entrem em contato através do e-mail: comercial@sqlcore.com.br

Um grande abraço.
Erickson Ricci

Alterando o diretório dos arquivos de erro no SQL Server

Olá,

É bem comum DBAs iniciantes realizarem uma nova instalação do SQL Server com o famoso procedimento “Next, Next, Finish”. É válido, porém, há algumas situações atípicas que todo bom DBA deve saber resolver. Uma destas situações é como alterar o diretório dos arquivos de erro da instância e do SQL Server Agent. Neste artigo veremos como realizar esta atividade.

Geralmente quando há a necessidade de se alterar o diretório dos arquivos de erro no SQL Server, essa atividade será feita para a instância, alterando os arquivos “errorlog“, e também alterando o diretório dos arquivos de erro do SQL Server Agent. Vamos começar pela instância.

Abra a ferramenta SQL Server Configuration Manager, selecione SQL Server Services e então abra a janela de propriedades da instância que deseja alterar o diretório dos arquivos de erro.

Screen Shot 2016-08-20 at 21.09.28 PM

Na janela de propriedades da instância, escolha a aba Startup Parameters. Por padrão você terá três parâmetros criados, sendo eles:

-d -> indica o caminho do arquivo primário (.mdf) do banco de dados MASTER;
-e -> indica o caminho dos arquivos de erro da instância (Obs: Atenção ao nome do arquivo, ERRORLOG)
-l -> indica o caminho do arquivo de log (.ldf) do banco de dados MASTER;

Screen Shot 2016-08-20 at 21.16.25 PM

Essa alteração é simples, basta alterar o parâmetro -e com o novo diretório dos arquivos de erro, lembrando de manter o nome do arquivo, ERRORLOG, no final do caminho.
Ao realizar a alteração é necessário reiniciar a instância para a alteração para a fazer efeito.

Baseado nesta sequência, o pensamento lógico seria fazer o mesmo processo no SQL Server Agent correto? Vamos verificar.

Ainda com o SQL Server Configuration Manager aberto, abra a janela de propriedades do SQL Server Agent. Esta janela possui três abas, Log On, Service e Advanced. Nenhuma destas abas possui um parâmetro para alterar o diretório dos arquivos de erro do SQL Server Agent. Mesmo se observar na aba Advanced, há uma opção chamada Dump Directory, porém, como o nome sugere, este diretório é para o caso de ser gerado um Dump do SQL Server Agent, não é o diretório dos arquivos de erro.

Screen Shot 2016-08-20 at 21.21.28 PM

E agora!?

Bem, esse é um dos macetes que um bom DBA tem na manga para resolver problems incomuns do dia-a-dia. =)
Para alterar o diretório dos arquivos de erro do SQL Server Agent, teremos de alterar uma chave de registro. Não se preocupe caso seja a primeira vez que você acessa ou altera o registro da máquina. Neste caso (e somente neste caso), siga exatamente os passos descritos a seguir que não haverá problemas.

Para abrir o registro da máquina, localize o aplicativo regedit e abra-o.

Screen Shot 2016-08-20 at 21.27.03 PM

Do lado esquerdo, no painel de navegação, navegue por esta sequência:
HKEY_LOCAL_MACHINE -> SOFTWARE -> Microsoft -> Microsoft SQL Server -> MSSQL13.MSSQLSERVER -> SQLServerAgent

Em seu ambiente, a pasta MSSQL13.MSSQLSERVER talvez não exista. Esta pasta é a pasta correspondente à instância que você tem instalada na sua máquina e está realizando a alteração.

Dentro da pasta SQLServerAgent, há uma chave de registro chamada ErrorLogFile, clique com o botão direito na chave de registro e escolha a opção Modify. Você algo parecido com a imagem abaixo:

Screen Shot 2016-08-20 at 21.35.00 PM

Altere o valor da chave de registro para o novo caminho onde os arquivos de erro do SQL Server Agent serão criados. Lembre-se de manter no final do caminho o nome do arquivo SQLAGENT.OUT. Volte até o SQL Server Configuration Manager e reinicie o SQL Server Agent para a alteração ter efeito.

Pronto. Alterações concluídas. Para validar, acesse os diretórios escolhidos e verifique se já foram criados os novos arquivos após a reinicialização dos serviços.

Espero ter ajudado. Bons estudos!
Erickson Ricci

Lista de versões do SQL Server

Pessoal,

Um dica rápida.

Sempre que preciso verificar o build da minha versão do SQL Server, para saber em qual Cumulative Update ou Service Pack ele está eu utilizo o site SQLServerBuilds.

Ele tem todas as versões de SQL Server desde o SQL Server 7!

Todos os builds, de todos os Service Packs e todos os Cumulative Updates você encontra aqui, inclusive alguns builds de atualizações de segurança.

A lista está sempre atualizada acompanhando todos os lançamentos e atualizações do SQL Server.

E claro, vale dizer que não é somente uma lista de números e descrições, cada item tem o link para o site da Microsoft para fazer o download do Service Pack ou Cumulative Update correspondente daquele build. Sensacional!

Para quem ainda não conhecia, vale a pena dar uma olhada e salvar este site na sua lista de favoritos.

#FicaDica

Forte abraço.
Erickson Ricci

Lançamento do SQL Server 2016

Hoje foi o lançamento oficial do SQL Server 2016.

Comece dando uma olhada aqui.

Caso ainda não tenha visto, se cadastre no Visual Studio Dev Essentials. Lá você terá acesso a uma série de benefícios, e um deles é poder realizar o download do SQL Server 2016 Developer Edition.

A edição Developer tem exatamente as mesmas funcionalidades da edição Enterprise, só não pode rodar em ambiente de produção.

Muitas novidades e melhorias no SQL Server 2016. Vale a pena também ficar de olho no blog dos engenheiros de suporte (CSS SQL Server Engineers) e ler tudo o que for publicado com a tag “It Just Run Faster”. É o slogan do SQL Server 2016.

Bons estudos!
Erickson Ricci

Corrupção de dados. Como tratar?

Olá leitores,

Irei descrever abaixo um cenário de corrupção de dados que identifiquei em um cliente recentemente. Vou detalhar também o passo a passo realizado para investigar o problema e tratá-lo.

A questão começou com uma série de dumps que estavam sendo gerados em um servidor e estavam causando problemas de espaço em disco. Estavam sendo gerados MUITOS dumps. Quando iniciei a análise já passavam de 4000 dumps gerados! Read more

SQL Server rodando em Linux.

Microsoft-Linux
Não precisa limpar os óculos ou coçar os olhos achando que você leu errado…

É isso mesmo! Sim, o SQL Server terá uma versão para Linux!!!

Mas calma, não se apresse… O lançamento está previsto apenas para meados de 2017. Até lá, prepare-se. Um mundo completamente novo nos espera.

Para mais informações a respeito do anúncio oficial, clique aqui.

Até mais!